1.24.2014

Filme | Inquietos



Inquietos, ou Restless no original, é uma história leve apesar do seu peso emocional que essas histórias normalmente trazem.
Essas histórias? Tá, vou com calma.


Inquietos conta a história de Enoch (Henry Hopper), um adolescente que gosta de ir à funerais de gente que ele nunca viu, só pra passar o tempo. Em um desses funerais ele conhece Annabel (Mia Wasikowska - espero mesmo ter escrito certo haha), uma voluntária que trabalha na ala para crianças com câncer de um hospital.


Quando se aprofundam na amizade, ela confessa que na verdade ela é paciente do hospital e conta para ele que possui apenas três meses de vida. E essa é a história, bem comum, não fosse a delicadeza do filme inteiro.

Não é sobre Annabel, é sobre Enoch e o modo como ele encara a morte. Seus pais morreram quando ele era criança e seu melhor amigo é um fantasma. Fora alguns outros pequenos probleminhas de cada um dos dois.

O filme é leve justamente  por não abordar a fundo nenhum desses problemas e não dar ênfase em nada, a não ser o relacionamento de Annabel e Enoch e ainda assim com uma superficialidade delicada. Entretanto, é simplesmente impossível não se apaixonar por esse casal fofo.
Super vale a pena "perder" um tempinho com esse filme, com trilha sonora e fotografia magníficas :)



Pra lembrar sempre:

"Está tudo bem. E se não estiver bem, ficará."

"Temos tão pouco tempo para dizer as coisas que queremos. Temos tão pouco tempo para qualquer coisa."

"Agora entendo que a morte é fácil. O amor é que é difícil."
© Napolitano como meu pé - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Elane Medeiros - Isaú Vargas.
Tecnologia Blogger.
imagem-logo