6.16.2014

Livro | Extraordinário (R. J. Palacio)


Extaordinário acompanha a história do August Pullman (Auggie pros mais próximos): August nasceu com um rosto, digamos, não muito normal. Toda vez que eu vou contar pra alguém a história desse livro, eu tento não ser cruel e sei que isso é muito dificil, se não impossível. Porque o Auggie tem o rosto deformado proveniente de algumas anomalias genéticas e apesar de ter passado por muitas cirurgias, a aparência dele continua não sendo das melhores. Assim sendo, as pessoas o acham estranho e olham pra ele muitas vezes de forma descarada. Isso machuca. Sério.
Ok. Se eu ofendi alguém ou fui cruel, desculpe. Juro que não foi a intenção.

Justamente por ter de passar por tantas cirurgias, Auggie não frequentava a escola, estudando em casa com a mãe. Entretanto, com dez anos os pais dele decidem que está no tempo dele enfrentar a realidade chamada escola, já que não há mais sombra de cirurgia por perto. E a partir daí nós temos a narrativa do ano escolar do August, nada de muito especial.
Até agora eu me pergunto o que existe de extraordinário nesse livro, porque esse é o adjetivo certo para se usar: extraordinário.
O livro é dividido em várias partes, cada uma narrada por algum personagem diferente: primeiro o próprio August, depois a irmã dele, a melhor amiga dele, o melhor amigo dele, o namorado da irmã. Todos que são afetados de alguma forma por ele contam seus dias de forma leve e mostram as consequências de ter um amigo como o August.



























Os capítulos são muito curtos e de fácil leitura e a linguagem da R. J. Palacio te arrasta de uma forma tão gostosa pra dentro da história que você simplesmente não quer largar o livro, além de algumas risadas e claro, algumas lágrimas também.
O livro é cheio de referências da cultura pop e nerd: cada parte possui um trecho de alguma música que sempre se encaixa na temática da história e o August é um super fã de Star Wars, o que me ajudou a alimentar a fã dentro de mim.



























Ah!, uma das coisas mais fofas e espalhadas por aí do livro, é a ideia dos Preceitos do Sr. Browne: cada mês o professor de inglês (Sr. Browne) colocava na lousa um preceito e no final do ano, durante as férias, ele pedia que cada aluno mandasse pra ele o próprio preceito. O mais bacana foi no final do livro, quando eu percebi que a história estava acabando, eu ter ficado com muita curiosidade sobre os preceitos de cada um e de repente, quando eu virei a página, lá estavam os preceitos enviados ao professor!
 

Extraordinário é realmente extraordinário. No dia que alguém achar um adjetivo tão bom quanto esse pra ilustrar esse livro, quero que venha correndo contar pra mim, porque já está virando clichê dizer isso.

Veja o book trailer:




ESPECIFICIDADES DA MINHA EDIÇÃO:
Título: Extraordinário
Autor (a): R. J. Palacio
Tradução: Rachel Agavino
Editora: Intrínseca

© Napolitano como meu pé - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Elane Medeiros - Isaú Vargas.
Tecnologia Blogger.
imagem-logo