7.14.2014

Livro | Garotas de Vidro (Laurie Halse Anderson)


Cassie, melhor amiga de Lia, morreu e essa é a notícia mais comentada da semana, talvez do ano. Tudo porque ela era uma excelente tudo: filha, amiga, aluna.
Lia sabe que não é bem assim e mesmo que negue, a morte da amiga mexeu com ela e não é pra menos: Cassie morreu, mas minutos antes telefonou 33 vezes para Lia.





























A história se desenvolve a partir desse momento e nos faz mergulhar diversas vezes na mente da Lia, protagonista que conta a história. 
Lia tem anorexia e Cassie morreu por conta da bulimia. Longe de explicar o porque dos distúrbios alimentares, Garotas de Vidro mostra apenas a solidão e a dor vivida por Lia, mesmo ela estando cercada pelo carinho dos pais e da meia-irmã.


Laurie Halse Anderson pesquisou bastante sobre o assunto antes de se aventurar a escrever sobre e fez um ótimo trabalho: Lia se apresenta tão bem, nos mergulha tanto em sua cabeça, que em alguns momentos é até insuportável continuar a leitura. É realmente algo que é difícil de se ouvir por aí: o livro é tão bom que é quase impossível continuar.


Infelizmente (isso em minha opinião, pelamor!) o final deixa a desejar. Laurie descreve tão bem a realidade de tantas garotas (e garotos também!) e acaba criando um final não tão condizente assim. Claro, o que é ditado ali também é real mas muito dificilmente acontece naqueles termos, com aquela facilidade.
Ainda assim: é um livro necessário. Se existem livros que devia ser obrigatória a leitura, esse é um deles.


© Napolitano como meu pé - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Elane Medeiros - Isaú Vargas.
Tecnologia Blogger.
imagem-logo